Sim, no dia da mãe
o coração é amarelo

Para quem ama a mãe natureza.

Trabalho a concurso

Memória descritiva

“Coração Amarelo”
Junto com o aumento da população mundial e com o crescimento da indústria, aumenta, também, a quantia de resíduos orgânicos e inorgânicos na sociedade. Devido à grande quantidade de “lixo” reciclar torna-se uma atitude cada vez mais importante para a manutenção da saúde do planeta e das pessoas.
Partindo destes ideais a Escola Internacional da Covilhã, participa no concurso “Sim, no dia da mãe o coração é amarelo”, através da construção de um coração em três dimensões, com as seguintes funcionalidades: ser um guarda-joias, ainda, produzir uma mensagem sonora, após a abertura do mesmo.
Relativamente, aos materiais utilizados foram: embalagens Tetra Pak, rolos de cozinha, cola quente e cola branca, guache amarelo e o mecanismo com mensagem sonora.
Iniciou-se o projeto de construção, recortando tiras das embalagens Tetra Pak, para fazer a tampa da guarda-joias. De seguida, passou-se à construção da caixa com as respetivas divisórias utilizando as embalagens, coladas com cola quente. Posteriormente, forrou-se com guardanapos com cola branca, para de seguida se pintar com guache amarelo.
No interior, colocou-se então a mensagem sonora, utilizando também embalagens Tetra Pak, para fazer o coração.
Os intervenientes deste processo foram os alunos do 5º e 6º ano, 2º ciclo, concorrendo, assim, no 2º escalão.

Escola: Escola Internacional da Covilhã

Professor coordenador do trabalho: Vera Gonçalves