Sim, no dia da mãe
o coração é amarelo

Para quem ama a mãe natureza.

Trabalho a concurso

Memória descritiva

Para a realização do trabalho da nossa escola para participar no desafio “sim, no dia da mãe o coração é amarelo” foram pedidas ideias nas várias turmas. Depois de várias sugestões, e atendendo às dimensões que o “coração” tinha que ter, optámos pela ideia que se apresenta e a sua concretização. Assim, pedimos aos alunos que recolhessem embalagens com o símbolo Tetra Pak e em que predominasse a cor amarela. Depois os pacotes foram abertos, lavados e secos. De seguida, e usando noções matemáticas, e com utilização de régua, lápis e tesoura, os alunos fizeram tiras de igual largura. A partir de uma caixa de cartão foi feita a estrutura do trabalho, o “ coração”, que depois foi forrado de um dos lados com o avesso de embalagens ficando prateado. Seguidamente, outros alunos entrançaram as tiras formando quadrados que depois se uniram para cobrirem toda a superfície do trabalho. Posteriormente, foram decalcadas, recortadas e coladas letras para formar a palavra “MÃE”.
23 de abril de 2013

Memória descritiva:
Materiais utilizados:
Embalagens Tetra Pak amarelas e outras cores, silicone quente, cartão, tesouras e guilhotina.
Metodologia:
1. Os alunos, alguns professores e alguns funcionários começaram por recolher embalagens Tetra Pak em casa e na escola.
2. Depois de analisadas e discutidas as várias ideias para o concurso, definiu-se o trabalho a desenvolver.
3. Começaram por lavar e cortar as embalagens em tiras e retângulos.
4. Posteriormente, as embalagens foram sobrepostas umas às outras, coladas com cola quente, em cima de um cartão com a forma de um coração. Depois foram recortadas, e coladas algumas palavras e símbolos na parte de traz do coração.
5. No final irá ser pendurado na entrada da escola, com outros corações feitos pelos alunos, e com mensagens alusivas ao dia da Mãe.
Intervenientes:
A turma da sala de competências (alunos com Necessidades Educativas Especiais)
As professoras destes alunos.

Escola: Escola EB 2,3/S de S. Martinho do Porto

Professor coordenador do trabalho: João Filipe Légua da Costa