Sim, no dia da mãe
o coração é amarelo

Para quem ama a mãe natureza!

“Sim, no Dia da Mãe o Coração é Amarelo” consiste numa atividade promovida pela Tetra Pak Portugal SA em parceria com a Associação Bandeira Azul da Europa, que visa reforçar a mensagem acerca da importância da deposição seletiva das embalagens da Tetra Pak, no ecoponto amarelo. Após o sucesso da sua primeira edição, em 2013, desafiamos, novamente, as escolas a construírem um coração original (e predominantemente amarelo) com embalagens da Tetra Pak, tendo como mote o "Dia da Mãe".
download do cartaz

Regulamento

  1. QUEM PODE PARTICIPAR
    1. 1.1. Este desafio é direcionado para as escolas da rede Eco-Escolas de todos os graus de ensino, sendo considerados 2 escalões:
      • escalão 1: jardins de infância e escolas de 1º ciclo
      • escalão 2: escolas de outros níveis de ensino a partir do 2º ciclo (inclusive)
    2. 1.2. Apenas poderá ser submetido um trabalho por escola. Cada escola deverá escolher a melhor estratégia para o envolvimento dos alunos, incentivando-se a competição interna entre turmas para a seleção do trabalho a submeter.
  2. O REGISTO
    1. 2.1. A Escola deverá realizar a inscrição na plataforma Eco-Escolas, preferencialmente até 20 de fevereiro.
  3. DESCRIÇÃO DO TRABALHO
    1. 3.1. O coração a concurso deverá ser construído com embalagens da Tetra Pak da Marca Compal, identificadas com o seguinte selo: Tetra Pak – Protege o que é bom (Tetra Pak - Protege o que é bom) da marca Compal.
    2. 3.2. Podem ser utilizados materiais complementares como colas, tintas, cordéis, arame, ou outros (preferencialmente reutilizados).
    3. 3.3. Deve aparecer em destaque no coração, não só a utilização de embalagens da Tetra Pak da marca Compal, como a cor predominantemente amarela e o símbolo FSC®.
    4. 3.4. As dimensões do coração não devem ultrapassar os 50cm de largura e 50cm de altura.
    5. 3.5. O trabalho deve transmitir de forma implícita e/ou explicita as mensagens inerentes ao Dia da Mãe e ao contributo da reciclagem para a sustentabilidade.
    6. 3.6. A participação neste concurso concretiza-se através da colocação, na plataforma Eco-Escolas, das fotografias e informação solicitada.
      1. 3.6.1. Deve ser feito o upload de um conjunto de fotografias - entre 3 a 6 - representativas do trabalho, acompanhadas da respetiva legenda. As fotografias devem apresentar:
        • O registo do processo de construção do coração;
        • O coração;
        • Um detalhe do coração onde seja visível uma embalagem e o respetivo selo da Tetra Pak;
        • A turma/grupo com o coração (opcional).
      2. 3.6.2. É ainda solicitada uma memória descritiva onde devem constar informações relativas ao processo de construção do coração (materiais utilizados, metodologia e intervenientes).
  4. PRAZOS
    1. 4.1. A inscrição , deverá ser realizada preferencialmente até ao dia 20 de fevereiro de 2020.
    2. 4.2. Toda a informação deverá ser submetida online até ao dia 15 de maio de 2020.
  5. AVALIAÇÃO e JURI
    1. 5.1. Os critérios de avaliação dos trabalhos a concurso serão:
      • criatividade e originalidade
      • funcionalidade (estética, utilitária, etc)
      • demonstração da capacidade de reutilização de recursos
      • mensagens implícitas e explicitas
      • cumprimento das regras do presente regulamento (ponto 3)
    2. 5.2. O júri será constituído por elementos da ABAE, Tetra Pak e Compal.
  6. PRÉMIOS
    No âmbito deste desafio, serão premiadas 6 escolas (3 em cada escalão).
    O prémio a atribuir às escolas premiadas será de 500€, que deverão ser aplicados em materiais para tornar a escola mais sustentável.
    O júri poderá, caso considere relevante, atribuir menções honrosas, no valor de 150€.
  7. NOTAS ADICIONAIS
    A participação no desafio determina o reconhecimento pelos concorrentes dos direitos de utilização e divulgação dos promotores do Projeto relativamente a qualquer registo de som, imagem ou vídeo realizado no âmbito do concurso, sendo da responsabilidade da escola a obtenção junto dos encarregados de educação dos alunos que integram a turma concorrente das competentes autorizações.