Sim, no dia da mãe
o coração é amarelo

Para quem ama a mãe natureza.

Trabalho a concurso

Memória descritiva

Este projeto iniciou-se com uma fase de diagnóstico, no qual as crianças puderam falar sobre o que sentiam em relação às suas mães, até que depois de algum tempo de reflexão se chegou à conclusão que “…ser Mãe dá muito trabalho!” Este foi o mote que nos fez pensar que a Mãe não tem horários e está sempre disponível para os filhos, seja a que hora for. Depois de pensarmos que poderíamos construir um coração com embalagens tetra Pak as crianças foram estimuladas para a recolha e lavagem prévia das embalagens Tetra Pak para serem posteriormente utilizadas na construção do nosso projeto ao qual demos o nome “O Relógio da Mãe, faz sempre Tic Tac!”
Assim sendo, construímos um relógio com algumas singularidades, o que o torna muito especial. Para além de ser em formato de coração, o nosso relógio tem mostradores especiais em forma de pequenos corações realizados por meio de origami, com embalagens tetra Pak. Alguns dos mostradores de horários assinalam as horas em vez de números, mas a grande singularidade do nosso relógio é que ele não traz ponteiros. Não porque nos tenhamos esquecido mas porque, para quem é Mãe, não faz diferença se o ponteiro está a funcionar ou não, pois ser Mãe é um trabalho a tempo inteiro. Decidimos então escrever no centro do coração a frase “O trabalho do homem é de sol a sol mas o trabalho da Mãe não tem fim.”

Escola: Centro Escolar de Solum Sul

Professor coordenador do trabalho: Ângela Maria Faria Monteiro Rodrigues